Estação de tratamento de esgoto - Digestor biológico

Digestor biológico

Digestor Biológico

É um biodegradador de resíduos orgânicos, à base de micro-organismos naturais, biodegradável, fácil de manusear e seguro, apresentado na forma de pó granulado de farelo de cereais. O princípio ativo é uma mistura concentrada e balanceada de microrganismos em forma de esporos, ativados ao contato com a água.

Produzido a partir de estirpes bacterianas degradadoras de esgotos domésticos e outros compostos poluidores.

Aplicação: tratamento de resíduos orgânicos residenciais, comerciais, industriais e de saneamento básico.

Quais são os benefícios do uso do digestor biológico?

  • Restauração do fluxo nas áreas de drenagem e filtração
  • Substancial redução das bactérias patogênicas
  • Maior fluidez dos efluentes, evitando ou reduzindo a necessidade de extrações mecânicas
  • Melhora nos níveis de DBO, DQO e outros índices do efluente final
  • Não contamina o solo e os corpos d'água
  • Redução sensível nos custos de manutenção e ampliações
  • Redução significativa ou eliminação do mau cheiro nas lagoas
  • Sua aplicação nos sistemas de tratamentos biológicos ajuda a formar uma nova flora bacteriana, mais eficiente e com maior especificidade de degradação dos compostos mais recalcitrantes
  • Ajuda a eliminar patógenos que possam estar presentes nos efluentes tratados
  • Proporciona uma melhora de todos os parâmetros de um sistema de tratamento, diminuindo, inclusive, a necessidade de aeração
  • A nova flora bacteriana formada nos reatores da ETE, compostas de microrganismos altamente específicos para o tratamento de esgotos, será capaz de reduzir as concentrações de fosforo e nitrogênio no efluente tratado
  • Diminuição do volume de lodo e sobrenadantes
  • Com a menor produção de lodo e uma menor necessidade de aeração, proporciona economia de energia elétrica e maquinário
Rolar para cima